História da ABP

História da Academia do Bacalhau de Paris

Cada Academia tem a sua própria história. A nossa foi oficializada no Congresso Mundial realizado em Lisboa, 1998. À época, era presidente o compadre José Pereira, chanceler da Embaixada de Portugal em França, que se fazia acompanhar por outros compadres, tais como Miranda Ventura e Rogério Vieira. Ao abrigo da legislação francesa (lei de 1901), a nossa Academia foi oficialmente reconhecida em 2008, sendo, na altura, a direção constituída por Luís Malta (Presidente), José Roxo Bemposta (Vice-Presidente), Luís Gonçalves (Tesoureiro), António Amorim (Secretário) e David Monteiro (Responsável de relações públicas)
Desde então, sucederam-se no cargo de presidente os compadres António Fernandes, Carlos Ferreira, Fernando Lopes e, atualmente, desde fevereiro de 2019, o compadre Manuel Soares.
Paris é, sem dúvida, um exemplo no seio das Academias do Bacalhau. O seu dinamismo, crescimento constante, a criação de uma secção Júnior no seio da ABP e, naturalmente, o facto de ser a segunda maior cidade do mundo com mais população portuguesa (depois de Lisboa) fazem da ABP uma das melhores Academias do Bacalhau atualmente.
A nossa Academia do Bacalhau conta atualmente com mais de 230 membros, dos 18 aos 82 anos.
Todas as primeiras sextas-feiras do mês, a ABP reúne-se para cimentar as relações de amizade entre todos os compadres e comadres.

Direções ABP