Historial

História das Academias do Bacalhau

A primeira Academia do Bacalhau, fruto de uma velha e curiosa história de amizade lusófona, nasceu em 1968 em Joanesburgo, África do Sul, onde na altura viviam e trabalhavam cerca de um milhão de portugueses.

A ideia de se criar tal Academia surgiu num jantar, oferecido em Março de 1968, no Hotel Moulin Rouge, em Hillbrow, Joanesburgo, ao jornalista Manuel Dias de « O Primeiro de Janeiro », que na altura se encontrava de visita àquele País e durante o qual se discutiu, entre outros assuntos relacionados com a comunidade portuguesa, como comemorar naquele país o dia 10 de Junho, Dia de Portugal.

Foram quatro amigos, entre os quais Durval Marques, Presidente Honorário das Academias, que em boa hora tiveram a feliz ideia de fundar a « Academia do Bacalhau de Joanesburgo », iniciando assim um movimento de que não imaginavam as repercussões, não suspeitando terem criado uma gigantesca onde de choque no domínio da amizade, portugalidade e solidariedade social.

Depois desse histórico jantar, tiveram lugar algumas reuniões para se estabelecerem os respectivos princípios e normas e se pôr a ideia em marcha.

Foi assim que, no dia 10 de Junho de 1968, se realizou o primeiro jantar-tertúlia no Restaurante « Chave d’Ouro » para se comemorar pela primeira vez na África do Sul o dia de Portugal e se inaugurou oficialmente a Academia do Bacalhau de Joanesburgo, hoje chamada de « Academia Mãe », tendo como primeiro presidente José Ataíde. 

A primeira Academia criada em Portugal foi na Ilha da Madeira. Actualmente existem 53 Academias do Bacalhau em todo o mundo, todas ostentando a mesma designação, os mesmos objectivos, a mesma base de encontro entre compadres, e funcionando em termos gerais de forma semelhante. No entanto, cada Academia é totalmente independente. 

Todos os anos é realizado um Congresso das Academias do Bacalhau, sempre num continente diferente, por rotatividade. Em 2009 foi em Pietermaritzsburgo (África do Sul), em 2010 em Paris e em 2011 em Recife (Brasil), em 2012 será em Maputo (Moçambique). Para beneficiar de acreditação, cada Academia deve ser oficializada em Congresso.


História da Academia do Bacalhau de Paris

Cada Academia tem o seu próprio historial. A nossa foi oficializada internamente no Congresso de 1998, realizado em Lisboa, sendo então Presidente o nosso compadre José PEREIRA, chanceler da Embaixada de Portugal em Paris, coadjuvado por outros compadres, tais como Miranda VENTURA e Rogério VIEIRA. À luz da legislação francesa (Lei 1901), a nossa Academia foi legalizada em 2008, sendo então a Direcção composta por Luís Malta (Presidente), José Roxo Bemposta (Vice-Presidente), Luís Gonçalves (Tesoureiro), António Amorim (Secretário) e David Monteiro (Responsável Relações Públicas). 


Copyright ©2005-2015 bacalhau.fr All rights reserved

Acisia Informatique